Page 9 - DPM2017 Versão digital
P. 9

Diretiva de Planeamento da Marinha   2017








                  mandato, tendo presentes as circunstâncias do meio envolvente:       Perspetivas de Gestão adotadas e enquadram-se nas Orientações
                  Servir Portugal no mar, com relevância, construindo a Marinha        Estratégicas  estabelecidas  pelo  Almirante  CEMA,  permitindo  a
                  do futuro.                                                           construção  do  Mapa  da  Estratégia  da  Marinha  para  o  corrente
                  Também definiu que a concretização desta Visão deverá assentar       mandato  que,  no  essencial,  traduz  graficamente  a  estratégia
                  numa liderança determinada, com personalidade, originalidade e       formulada.
                  coragem,  materializando-se  em  três  Orientações  Estratégicas     De  forma  a  facilitar  a  concretização  dos  Objetivos  Estratégicos
                  concretas: (1) Fomentar o desempenho pessoal e institucional;        enunciados e a auxiliar o alinhamento estratégico dos setores da
                  (2)  Melhorar  a  capacidade  para  superar  as  dificuldades    em   Marinha,  também  são  identificadas  nesta  diretiva  as  principais
                  pessoal  e  material;  e  (3)  Aproveitar  todas  as  oportunidades   ações concretas a desenvolver (Linhas de Ação).
                  existentes.  Estas  constituem,  assim,  as  grandes  linhas            Além  disso,  identificam-se,  para  cada  Objetivo  Estratégico,  os
                  orientadoras da estratégia da Marinha para o corrente mandato,       indicadores    de    desempenho    adequados    para  a  medição  do
                  tendo  presente  o  contexto  estratégico,  marcado  por  uma      progresso relativamente à consecução dos objetivos, bem como
                  crescente  complexidade  e  incerteza,  onde  as  ameaças,  mas    as  metas  correspondentes  a  cada  um  desses  indicadores.  A
                  também  as  oportunidades,  são  potenciadas  por  fenómenos    comparação do desempenho, em cada momento, com as metas
                  transnacionais  e  pelas  correspondentes  mudanças  nos  domínios   estabelecidas, permitirá identificar os desvios ao rumo traçado  e
                  político, militar, económico, social e tecnológico.                  corrigi-lo  para  garantir  que  a  Marinha  progride  na  direção
                  Nesse sentido, a análise de situação que sustenta esta Diretiva de   desejada.
                  Planeamento     assenta    numa    análise   SWOT     (Strengths,     Pretende-se  que  esta  Diretiva  de  Planeamento  da  Marinha  se
                  Weaknesses,  Opportunities,  Threats)  do    ambiente  estratégico,    constitua  como  um  documento  inovador  e  arrojado,  com
                  com o intuito de identificar os Objetivos Estratégicos prioritários,   capacidade de ver para além  do horizonte, de forma a mobilizar
                  que visam aproveitar as oportunidades e superar as ameaças da     as  vontades  de  todos  os  militares,  militarizados  e  civis  no
                  conjuntura  atual,  bem  como  explorar  as  potencialidades  e      desenvolvimento da Marinha  do futuro: uma Marinha potenciada
                  colmatar as vulnerabilidades da Marinha.                             para contribuir  para  que Portugal  use o mar na justa  medida
                  Os    Objetivos    Estratégicos      assim    deduzidos    respeitam    as    dos interesses nacionais.






                                                                                     5
   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14