Símbolos e Tradições

Os símbolos e as tradições constituem referências inalienáveis para a Marinha, nos quais se alicerça a sua ação ao longo dos mais de nove séculos ao serviço de Portugal.
« Voltar

​O Hino da Marinha, que traduz o respeito pelas mais nobres tradições navais colocadas ao serviço de Portugal, foi aprovado pela portaria n.º 155/93, de 24 de junho, do Ministro da Defesa Nacional. Tem música do célebre compositor Marcos Portugal (1762-1830) e letra do aspirante a oficial Moreira Silva.

Letra do Hino:

“Inspirados por sonhos de vitória. Nós navegamos com audácia
e com valor. Rumamos aos anais da glória enfrentand’o
velho Adamastor. Nos limites do esforço derradeiro,
demandamos mil portos de aventura com dureza,
com bravura. Levand’a Pátria ao mund’inteiro
e quand’a hora da verdade tiver de chegar aguardaremos
firmes nas ondas do mar…”

Letra de Moreira Silva e Música de Marcos Portugal.
(Publicada no Diário da Republica, II Série, nº 160, de 10 de julho de 1993, pelo Ministério da Defesa Nacional e OA1 29/14-07-1993, Anexo - E)

  

 Ouça aqui o Hino da Marinha