História e Estratégia

Criada com a nacionalidade, a Marinha Portuguesa e o mar confundem-se com a Nação e constituem traços marcantes do que significa ser português.
« Voltar
Home » História e Estratégia » Símbolos e Tradições
Brasão

Brasão

Conheça o Brasão de Armas da Marinha Portuguesa, as características e símbolos que o compõem bem como o seu significado.
Estandarte

Estandarte

O estandarte heráldico tem como finalidade identificar as unidades e organismos em cerimónias e desfiles militares.
Hino

Hino

O Hino da Marinha, traduz o respeito pelas mais nobres tradições navais.
Dia da Marinha

Dia da Marinha

O Dia da Marinha celebra-se a 20 de maio, em homenagem ao grande feito de Vasco da Gama que neste dia, em 1498, pela primeira vez na história, ligou, por via marítima, a Europa ao Oriente, com a chegada a Calecute, na Índia.
Jaque

Jaque

O jaque nacional é uma bandeira quadrada, indicativa da nacionalidade dos navios de guerra.
Cruz de Cristo

Cruz de Cristo

Símbolo da Marinha, a Cruz de Cristo, tornou-se conhecido pelo facto de ser o ex-libris do NRP Sagres. Trata-se do símbolo da antiga Ordem Militar de Cristo, de que o Infante D. Henrique (1394-1460) foi “regente e governador”, a partir de 1420.
“Talant de Bien Faire”

“Talant de Bien Faire”

Em homenagem ao Infante D. Henrique, a Marinha Portuguesa adotou a célebre divisa – Talant de bien faire (vontade de bem fazer) – que exorta ao esforço pessoal no sentido da perfeição.
Sagres

Sagres

Em resultado da ação do Infante D. Henrique em prol dos descobrimentos e da expansão portuguesa no século XV, Sagres é o local onde, por definição, se encontra ancorada a maritimidade nacional, razão pela qual o navio-escola da Marinha ostenta aquele nome.
Apitos

Apitos

As principais rotinas a bordo dos navios da Marinha são, ainda hoje, ordenados por toques de apito, utilizando-se, para isso, um apito especial: o apito de marinheiro.