Cultura

O mar e a Marinha têm, para os portugueses, uma dimensão cultural muito expressiva. O significado e legado histórico dos descobrimentos, do mar, e o teor cultural e técnico-naval herdado dos antepassados não têm paralelo no mundo.
« Voltar
Home » A Marinha » Cultura » Museu de Marinha

O Rei D. Luís, único monarca português a comandar navios, começou por escrever a história do Museu de Marinha, quando a  22 de julho de 1863 decretou a constituição de uma coleção de testemunhos relacionados com a atividade marítima portuguesa. O Museu Naval Português assume-se como projeto museológico, decorrente da antiga coleção começada a reunir desde o século XVIII, em 1934, provisoriamente na Escola Naval e transferido, também provisoriamente, em 1949, para o Palácio dos Condes de Farrobo (Palácio das Laranjeiras) até que a 15 de agosto de 1962 o Museu de Marinha abriu oficialmente as suas portas nas alas norte e poente do Mosteiro dos Jerónimos.

O Museu de Marinha tem atribuída a missão de salvaguarda e divulgação do passado marítimo português, não se dedicando em exclusivo aos assuntos militares navais, mas sim a tudo o que se relaciona com os mais diversos aspetos e atividades humanas ligadas ao mar.
 
Compete ao Museu, assegurar e gerir a conservação e exposição de objetos de valor histórico, artístico e documental do património da Marinha, promover e desenvolver ações de investigação documental histórico-científica e, ainda, desenvolver planos de atividades didático-culturais.
Entre os serviços, conta com uma biblioteca, um arquivo de imagem, e outro de desenhos e planos, e várias oficinas de modelismo.
 
Repositório de um património único, o Museu de Marinha procura diariamente contribuir para a formação dos cidadãos e garantir uma relação cultural dinâmica com todos os visitantes. Sendo uma Instituição aberta e amplamente ligada ao exterior, o Museu tem uma cooperação ativa com museus congéneres e outras instituições, realizando exposições de carácter temporário, e diversas outras atividades.
 
O Museu de Marinha tornou-se um dos mais importantes, reconhecidos e visitados museus portugueses.
 

FACTOS:

  • Mais de 145.000 pessoas visitam anualmente o Museu;
  • A Biblioteca do museu contém cerca de 10.000 obras;
  • O Arquivo de Imagem reúne, aproximadamente, 60.000 imagens;
  • O Arquivo de Desenhos e Planos agrupa mais de 1.500 planos e desenhos de navios portugueses antigos.
 
Saiba mais sobre o Museu de Marinha.