Bases

A Base Naval de Lisboa e a Base de Fuzileiros estão localizadas no Alfeite, em Almada, e são as principais plataformas de apoio logístico da Marinha.
« Voltar
Home » Meios e Operações » Comando e Apoio » Bases » Base Naval de Lisboa

Historial

A primeira notícia, que se conhece referente ao Alfeite, relaciona-se com a doação do território de Almada aos cruzados ingleses que auxiliaram D. Afonso Henriques na tomada de Lisboa. As propriedades que constituem o Alfeite estariam integradas nessa doação (1147).

A atual Base Naval de Lisboa (BNL) teve a sua origem na Junta Autónoma do Arsenal do Alfeite, a quem em 8 junho de 1918, foram entregues pela Direção-Geral da Fazenda Pública o Palácio Nacional do Alfeite e os terrenos anexos.

Esta Junta foi substituída mais tarde pela Intendência do Arsenal do Alfeite, que, por sua vez, foi extinta em 1938 sendo criada a Intendência da Marinha do Alfeite. A Intendência tomou a seu cargo a mata e os edifícios que não estavam entregues a nenhuma outra entidade.

Em 3 de dezembro de 1958, foi criada a Base Naval de Lisboa pelo Decreto-lei n.º 41.989 com as atribuições daquela Intendência.

MISSÃO

Prestar apoio logístico às unidades navais atracadas, amarradas e fundeadas na BNL (margens Norte e Sul do Tejo e na Arsenal do Alfeite, S.A.) e, quando necessário, a outras unidades e organismos situados na sua área, designadamente nos domínios da limitação de avarias, da energia elétrica, do fornecimento de água, de limpeza e recolha de resíduos, das comunicações, dos combustíveis, de alimentação, de alojamento, de assistência oficinal, de atividades desportivas e de assistência religiosa, bem como apoiar a manobra das unidades navais.

Assegurar e promover a conservação e manutenção dos meios portuários, das infraestruturas e outros bens patrimoniais atribuídos.
Garante o policiamento, a segurança e a manutenção da ordem e disciplina na área sob a sua jurisdição.

LOCALIZAÇÃO

Localizada entre os concelhos de Almada e Seixal, a BNL abrange na margem sul do rio Tejo, as infraestruturas portuárias e outros bens patrimoniais no Alfeite, afetos à Marinha, bem como a área molhada limitada pelo alinhamento dos cabeços dos molhes da bacia de manobra.

Na margem norte do rio Tejo, em Lisboa, abrange as infraestruturas portuárias da Doca da Marinha e a área molhada limitada pelo alinhamento dos respetivos molhes.