Força Naval Portuguesa treina catástrofe nos Açores
Notícia

Portal da MarinhaPortuguês (Portugal)Media CenterNotíciasForça Naval Portuguesa treina catástrofe nos Açores
A Força Naval Portuguesa (FNP) largou esta semana para os Açores onde, no dia 11 de junho, irá participar num exercício de apoio a uma população vítima de uma catástrofe natural, em que as estruturas de socorro locais foram gravemente afetadas. O exercício terá lugar na manhã de segunda-feira, na Praia das Milícias, próximo de Ponta Delgada.

07 de junho de 2018, 17:27

​​A situação particular dos Açores oferece riscos elevados, no âmbito da atividade sísmica e vulcânica. A Marinha tem a perfeita noção desses riscos ,e consequentemente, treina as guarnições dos seus navios para o apoio às estruturas da Proteção Civil perante uma situação de catástrofe natural.​

O objetivo do exercício é o de demonstrar a capacidade da FNP em apoiar uma população vítima de uma catástrofe natural, onde as estruturas de socorro locais foram gravemente afetadas e o apoio externo poderá chegar através de via marítima e aérea, como aconteceu em 2010 no aluvião da Madeira.

A FNP é constituída pela fragata Corte-Real como navio-chefe, pela fragata Álvares Cabral, pelo navio reabastecedor Bérrio e pela corveta António Enes. ​

A FNP é comandada pelo Capitão-de-mar-e-guerra Diogo Arroteia e a bordo seguem cerca de 550 militares, incluindo uma força de fuzileiros, unidades de mergulhadores e um destacamento de helicópteros.


Nota à comunicação social: O exercício tem início às 09h45 a bordo da fragata Corte-Real, atracada no Cais das Portas do Sol, e terá desenvolvimento na Praia das Milícias. Para confirmação de presença no local poderá contactar o Porta-Voz da Marin​​​ha, Comandante Fernando Fonseca através do número 91 900 2002​


Partilhar

Conteúdo