Fragata Álvares Cabral embarca 60 cadetes e visita os Açores e a Madeira
Notícia

Portal da MarinhaPortuguês (Portugal)Media CenterNotíciasFragata Álvares Cabral embarca 60 cadetes e visita os Açores e a Madeira
O NRP Álvares Cabral irá largar esta segunda-feira, 5 de agosto, da Base Naval de Lisboa para realizar a viagem de instrução dos Cadetes do primeiro ano da Escola Naval que irá terminar a 16 de agosto. O primeiro porto será Ponta Delgada – Ilha de S. Miguel, nos Açores. O período da estadia será de 08 a 10 de agosto, sendo que o navio estará aberto a visitas no dia 9 de agosto. O segundo porto será Funchal, no período de 12 a 14 de agosto, sendo que o navio estará aberto a visitas no dia 13 de agosto.

04 de agosto de 2019, 19:17

​A viagem de instrução tem a duração de 11 dias, tendo como objetivo principal proporcionar experiência de mar e contacto com as rotinas de bordo, assim como desenvolver um conjunto de exercícios que permitam capacitar e dar treino aos cadetes da Escola Naval.
No fim de cada ano letivo, todos os cadetes efetuam uma viagem de instrução onde têm oportunidade de colocar em prática os ensinamentos teóricos desse mesmo ano.​

Irá também embarcar o Curso de especialização de Oficiais em Navegação, sendo este o seu teste final para que sejam considerados Navegadores na Esquadra. Ainda de referir que o navio tem embarcado um helicóptero, no sentido de proceder à certificação do Curso de Especialização de Oficiais em Piloto, bem como a certificação das diversas equipas de bordo associadas às Operações de Voo.

O NRP Álvares Cabral é comandado pelo capitão-de-fragata Alexandre Martins dos Santos Fernandes e tem embarcado um total de 220 elementos, incluindo o Comandante do Grupo Tarefa, o capitão-de-mar-e-guerra Nuno António de Noronha Bragança, uma equipa de fuzileiros e uma equipa de mergulhadores. De referir ainda, que irão embarcar na fragata um total de 60 cadetes do 1º ano da Escola Naval, 3 oficiais do Curso de Especialização em Navegação, 1 oficial do Curso de Especialização em Piloto de Helicópteros e 3 instrutores. Acresce referir, que dos 220 elementos embarcados, 137 pertecem à guarnição da fragata portuguesa.


Partilhar

Conteúdo