Navio da Marinha portuguesa participa no maior exercício de sempre da NATO
Notícia

Portal da MarinhaPortuguês (Portugal)Media CenterNotíciasNavio da Marinha portuguesa participa no maior exercício de sempre da NATO
A Fragata “Corte-Real”, da Marinha portuguesa, integrada na força naval permanente da NATO (Standing NATO Maritime Group 1 - SNMG1), iniciou ontem, dia 22 de outubro, a participação no exercício “Trident Juncture 18”, ao largo da Noruega, que junta cerca de 52 navios, 150 aeronaves e 17.000 militares no terreno, constituindo uma demonstração de poder naval por parte da Aliança Atlântica.

23 de outubro de 2018, 12:25

​​​​Este exercício da NATO, que decorre até 7 de novembro, é o maior de todos os tempos, quer em meios quer em quantitativos de pessoal. Tem como objetivo testar a resposta e interoperabilidade da forca naval a um exigente cenário, assim como o treino em todas as áreas da Guerra Naval convencional, contra terrorismo, Cyberataque e na condução de tiro de artilharia contra alvos aéreos, superfície e em terra.

O cenário deste exercício consiste numa situação fictícia de violação da soberania de um dos estados membros da NATO, neste caso a Noruega, com invocação do artigo V. para defesa coletiva. Ao navio português foi atribuída a função de “Force Anti-Surface Warfare Commander” ou Comandante de guerra de superfície.

Está prevista ocorrer nos dias 29 e 30 de outubro a visita ao teatro de operações do Secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, durante a qual será realizada uma demonstração de capacidades.



Partilhar

Conteúdo