Resgate de dois tripulantes indonésios da embarcação de pesca portuguesa “Joana Cunha”
Notícia

Portal da MarinhaPortuguês (Portugal)Media CenterNotíciasResgate de dois tripulantes indonésios da embarcação de pesca portuguesa “Joana Cunha”
A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes (RCC Lajes), o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU-MAR) e o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), coordenou, desde as 17h22 (horas locais) do dia 27 de maio, o resgate de dois tripulantes masculinos de nacionalidade indonésia, que sofreram um acidente a bordo da embarcação de pesca “Joana Cunha”, de bandeira portuguesa, que se encontrava a navegar a cerca de 297 milhas náuticas (550 quilómetros) a Oeste da ilha das Flores.

28 de maio de 2021, 14:55

Na sequência do acidente ocorrido a bordo com a amarra da embarcação, ambos os pacientes apresentavam lesões nos membros superiores, necessitando de cuidados médicos em unidade hospitalar.

O resgate foi efetuado inicialmente com o apoio da embarcação de pesca “Caixa Velho", de nacionalidade espanhola, que após receber os dois pacientes prosseguiu à máxima velocidade para o Porto das Lajes das Flores, atracando às 01h05 do dia 28 de maio.

No local estavam duas ambulâncias do SRPCBA, as quais efetuaram o transporte dos pacientes para o Aeroporto das Flores, estando uma aeronave EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP) pronta para os receber e prosseguir com o resgate até à ilha Terceira.

A aeronave aterrou na Base Aérea das Lajes, na Ilha Terceira, às 03h37 (horas locais) do dia 28 de maio, tendo os pacientes sido transferidos para o Hospital de Santo Espírito, na ilha Terceira.​​​


Partilhar

Conteúdo