A missão na Lituânia aproxima-se
Notícia

O Chefe do Estado-Maior da Armada, almirante António Mendes Calado presidiu hoje a uma cerimónia no Corpo de Fuzileiros onde participou a Força de Fuzileiros que irá partir para a nova missão na Lituânia, no dia 1 de junho.

13 de maio de 2021, 18:41

​​​

A Força de Fuzileiros Lituânia (FFZ LTU), composta por 146 militares e comandada pelo  capitão-tenente fuzileiro Mejburg Viola, é uma Força Nacional destacada modular, gerada e aprontada pelo Corpo de Fuzileiros. 


É constituída por uma Componente de Projeção de Força, uma Componente de Ações Especiais e um Elemento de Apoio de Serviços em Combate, de caráter expedicionário. A integração de 6 Mergulhadores da Armada dará ainda uma valência de inativação de engenhos explosivos, guerra de minas e apoio a operações anfíbias.  

 

Esta é a terceira missão dos Fuzileiros na Lituânia, tem uma duração de três meses e tem como objetivo contribuir para as Medidas de Tranquilização da Aliança Atlântica, tendo em vista o reforço da presença militar no flanco Leste da área de responsabilidade da NATO.​





Partilhar

Conteúdo