Fragata Corte-Real larga amanhã para integrar Força Naval da NATO
Notícia

Portal da MarinhaPortuguês (Portugal)Media CenterNotíciasFragata Corte-Real larga amanhã para integrar Força Naval da NATO
A fragata Corte-Real larga amanhã, dia 25 de maio, da Base Naval de Lisboa, para integrar a Força Naval da NATO, a “Standing NATO Maritime Group 1 (SNMG1)”, onde se manterá até ao próximo dia 16 de setembro.

24 de maio de 2022, 14:31

A cerimónia será presidida pelo Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marco Capitão Ferreira, contando igualmente com a presença do Chefe do Estado-Maior da Armada, almirante Henrique Gouveia e Melo, entre outras entidades. 

Nota: Convidam-se os Órgãos de Comunicação Social a estarem presentes na cerimónia de largada do navio, amanhã, dia 25 de maio, na Base Naval de Lisboa, de acordo com o seguinte programa:

 
07h50 - Hora limite da chegada dos OCS à BNL
08h30 - Início da cerimónia 
09h00 - Fim da cerimónia  
 
Solicita-se confirmação de presença até às 18h00 de hoje, para:
- Comandante Mara Saramago: Tel.: 966 226 463
- Tenente Ivo Serôdio: Tel.: 961050606
- ou por email: emgfa_rp@emgfa.pt  


Mais informação da missão:

A participação da fragata Corte-Real nesta Força Naval Permanente da Aliança Atlântica enquadra-se, uma vez mais, no âmbito do empenhamento das Forças Armadas no domínio internacional, em apoio à ação externa do Estado no setor da Defesa, tendo em vista uma cooperação estruturada com Organizações Internacionais, nomeadamente através do emprego de Forças Nacionais Destacadas em ações no âmbito da segurança cooperativa ou coletiva.

A função primária do SNMG1 é dotar a NATO de uma capacidade naval permanente e de disponibilidade imediata para conduzir operações militares para intervenção num largo espectro de atividades, na realização de atividades de parceria e interoperabilidade com países amigos e parceiros e no apoio às atividades de transformação no âmbito da formação, treino e desenvolvimento de doutrina tática aliada, proporcionando uma variedade de opções de resposta militar, tanto para as operações em curso, como para situações de contingência.

Esta será a nona vez que a fragata Corte-Real fará parte desta força naval, destinada a contribuir, em permanência, para a segurança da Aliança Atlântica, apoiando o seu esforço contínuo de dissuasão e de defesa coletiva.

Atualmente, o SNMG1 é comandado pelo Comodoro Ad van de Sande, da Marinha Real dos Países Baixos, sendo composto pelo navio-almirante HNLMS De Zeven Provinciën (Países Baixos) e pelos navios HMCS Halifax (Canadá), FGS Erfurt (Alemanha), HNLMS Karel Doorman (Países Baixos) e FGS Spessart (Alemanha).

A fragata Corte-Real é comandada pelo capitão-de-fragata Luís Carmo Falcato e possui uma guarnição de 176 militares, que inclui duas equipas do pelotão de abordagem do Corpo de Fuzileiros e uma equipa de mergulhadores.

 



Partilhar
Conteúdo