Informação (atualização)
Notícia

No passado dia 19 de maio a Marinha deu nota que dois militares fuzileiros foram encaminhados para o Hospital do Litoral Alentejano (HLA), após concluírem uma marcha de 12 km com sintomas de fadiga.

23 de maio de 2021, 18:18

Esta prova consistia num percurso em zonas lodosas, inserida numa das atividades no âmbito do módulo de atividades aquáticas do Curso de Aperfeiçoamento em Operações Especiais, curso este iniciado no passado dia 6 de abril.
 
Os militares foram, no final do dia da passa sexta-feira, transferidos para duas unidades hospitalares em Lisboa (Hospital Curry Cabral e Hospital das Forças Armadas), onde permanecem internados e em vigilância.

A Marinha tem estado em contacto com as famílias, tendo disponibilizado apoio psicológico. 

O militares em causa têm 23 e 22 anos e entraram na Marinha em 2016 e 2017.

Foram desde logo iniciadas diligências para se apurar o que poderá ter estado na origem desta situação. O curso foi entretanto interrompido para que todos possam colaborar nas averiguações em curso e sejam obtidas de forma mais célere as respetivas conclusões.

Partilhar

Conteúdo