Militares treinam abandono de submarino pela primeira vez na Base Naval de Lisboa
Notícia

Portal da MarinhaPortuguês (Portugal)Media CenterNotíciasMilitares treinam abandono de submarino pela primeira vez na Base Naval de Lisboa
O submarino Tridente irá assentar no fundo da Base Naval de Lisboa, no Alfeite, na próxima quinta-feira, dia 17 de setembro, de onde oito militares, submarinistas, treinados e clinicamente examinados irão abandonar, um por um, o interior do submarino até à superfície, este será o primeiro exercício nacional da série ESCAPEX, realizado pela Marinha.

14 de setembro de 2020, 11:40

​​​​Este exercício enquadra-se no risco associado à operação dos submarinos, além do treino rigoroso das guarnições e da sua manutenção técnica cuidada. Os países que operam submarinos realizam treinos de busca de submarinos acidentados e de resgate e salvamento dos seus militares.

A operação de submarinos é por si só uma atividade de elevado risco por se efetuar num meio hostil onde está sempre presente o maior dos perigos que é a pressão hidrostática. A história recente demonstrou-nos que esse perigo é real, como atestam os casos dos malogrados submarinos Kursk e San Juan em que faleceram todos os membros das suas guarnições.

O NRP Tridente irá assentar no fundo na bacia de manobra da Base e assim, em ambiente real e controlado, e reunidas todas as condições de segurança e médicas, os oito militares treinados e clinicamente examinados abandonam um por um o interior do submarino até à superfície.


Convidam-se os órgãos de comunicação social a acompanhar este primeiro exercício ESCAPEX, no dia 17 de setembro.

Programa para os OCS:

Hora limite de chegada à Base Naval: 11h20

– Navio assente no fundo

–  Alagamento do compartimento

– Primeira saída com previsão de terminar cerca das 13h45

(continuação das restantes saídas).

 

Confirmações de presença devem ser feitas até às 12h00 do dia 16 de setembro, para:

Tenente João Pais – 91 001 86 48

ou para marinha.rp@marinha.pt




Partilhar

Conteúdo