Submarino português contribui para identificação de rotas de tráfico irregular de migrantes no Mediterrâneo
Notícia

Portal da MarinhaPortuguês (Portugal)Media CenterNotíciasSubmarino português contribui para identificação de rotas de tráfico irregular de migrantes no Mediterrâneo
O submarino “Tridente”, da Marinha portuguesa, larga hoje, dia 18 de março, para integrar a Força Naval da União Europeia para o Mediterrâneo (EUNAVFORMED), na operação SOPHIA, que tem por objetivo contribuir para identificação das rotas marítimas utilizadas pelas redes clandestinas de migração irregular no Mediterrâneo central.

18 de março de 2019, 16:24

Realça-se que esta será a primeira missão operacional na história dos submarinos da Marinha portuguesa que integra na sua guarnição uma mulher, com funções de marinheira submarinista de operações.

O navio e os seus 36 militares irão contribuir igualmente, durante dois meses, para a recolha de informação que será partilhada com as autoridades regionais com competências para o salvamento marítimo, tendo em vista a identificação de embarcações sobrelotadas com migrantes, contribuindo assim para a diminuição do risco de perda de vidas humanas nesta região.

Adicionalmente o “Tridente” estará em apoio associado à operação da NATO “SEA GUARDIAN”, disponibilizando as suas capacidades e sistemas para a recolha de elementos de informação no âmbito do conhecimento situacional marítimo na região do Mediterrâneo, que serão partilhados com a estrutura de comandos marítimos da Aliança.​​

Partilhar

Conteúdo