NRP Polar
Classe Polar

O navio-escola Polar (ex "ANNE LINDE"), foi construído em 1977 nos estaleiros Phoenix B. V., Westerbroeck, em Roterdão, teve o seu primeiro registo em Viersen (RFA) e foi usado em cruzeiros até 1982. O Polar foi incorporado na Marinha Portuguesa em 21 de outubro de 1983.
Brasão de ArmasEscudo de ouro com uma ursa de negro, carregada com as estrelas de prata da respetiva constelação e a estrela Polar de ouro. Coronel naval de ouro forrado de vermelho. Sotoposto listel ondulado de prata
PATRONOO nome Polar tem origem na estrela Polar, que tem esse nome pelo facto de permanecer fixa numa posição coincidente com a projeção do eixo da terra. É utilizada, em termos de navegação, como um referencial na orientação,
CARACTERÍSTICASDeslocamento77tComprimento29,9mBoca4,85mCalado2,85m

​​​​​MISSÃO E EMPREGO

O navio-escola Polar é uma réplica do famoso iate América que atravessou o Atlântico para vencer a 100 Guinea Cup, em 1851, dando o seu nome ao troféu mais cobiçado do mundo.

Em 1983 foi adquirido pela «Windjammer fur Hamburg» para ser entregue à Marinha como contrapartida pela cedência da "Sagres I".

O Polar e efetuou a sua primeira missão em abril de 1985, depois de um longo período de fabricos, substituindo, na instrução de cadetes da Escola Naval, o palhabote Sirius (1876), antigo iate real que o Rei D. Luís oferecera à Rainha D. Maria Pia. A bordo do Polar, os Cadetes e Aspirantes da Escola Naval têm a possibilidade de pôr em prática os conhecimentos adquiridos, especialmente nas áreas da navegação, marinharia e adaptação à vida no mar.

Partilhar

Conteúdo