NRP Sagres
Classe Sagres

O NRP Sagres foi construído, em 1937, nos estaleiros Blohm & Voss (Hamburgo), tendo recebido o nome de "Albert Leo Schlageter". Foi o terceiro de uma série de quatro navios construídos para a marinha alemã. Em 1962, foi incorporado na Marinha Portuguesa como navio-escola e com o nome Sagres.
Brasão de armasA Cruz de Cristo (vermelho) foi utilizada nas velas (branco) dos navios portugueses a partir do século XV. Era o símbolo da Ordem Militar de Cristo, da qual o Infante D. Henrique foi "regente e governador", desde 1420. Este facto constituiu um importante suporte económico e tornou possível o início da Expansão e dos Descobrimentos Portugueses. O ramo de carrasqueira (ouro) era o símbolo pessoal do Infante e exprime a tenacidade,
PATRONOO Infante D. Henrique, figura de proa do NRP Sagres, terceiro filho de D. João I, foi o grande impulsionador dos descobrimentos portugueses. No início da expansão portuguesa em África, participou ao lado de seu pai na conquista de Ceuta, em 1415. Durante o período em que o Infante viveu, Portugal consolida a sua opção atlântica, já patente aquando da aliança com Inglaterra, estabelecida em 1373.

CARACTERÍSTICASDeslocamento1893tComprimento89,5mBoca12mCalado5,5m
PROPULSÃOVelocidade Máxima9,5nós
GUARNIÇÃO

​​​​​​​​​MISSÃO E EMPREGO

O atual navio-escola Sagres foi cedido à Marinha do Brasil, com o intuito de fazer face aos danos causados pelos submarinos alemães aos seus navios, durante a guerra. Em 1961 foi adquirido por Portugal, no sentido de substituir a antiga Sagres, que, curiosamente, também havia sido navio alemão.

Tem como missão principal a representação da Marinha e do País, visitando com frequência portos estrangeiros, surgindo essas deslocações quer na sequência das viagens de instrução de oficiais da armada, quer de comemorações de grande envergadura, e no apoio direto à ação diplomática dos órgãos de soberania,  aquando das visitas oficiais de altas entidades do Estado, funcionando como embaixada itinerante de Portugal.

O NRP Sagres é o navio mais condecorado da Marinha Portuguesa e o único a ostentar condecorações estrangeiras no respetivo estandarte nacional.

Ordem Infante D. Henrique (1985)

Medalha Naval Vasco da Gama (2007)

Ordem Militar de Cristo (2012)

Medalha Mérito Tamandaré, Brasil (2016)

Estrela de Honra - 1.ª classe, Cabo Verde (2016)

Membro Honorário da Ordem Militar de Avis (2017)

Portal da NRP Sagres

Partilhar

Conteúdo