José Maria Dantas Pereira

Foto cedida pelo Arquivo Histórico da Marinha

​​José Maria Dantas Pereira

(1772 - 1836)

​Um dos mais ilustres oficiais de Marinha da sua época, José Maria Dantas Pereira teve um papel fulcral na formação do oficialato português durante o início do século XIX.

Nascido a 1 de outubro de 1772, Dantas Pereira era oriundo de uma família modesta que, de acordo com o próprio, se esforçou para conceder ao seu filho uma educação superior. Este esforço foi recompensado com o ingresso na Academia Real de Marinha em 1786, onde o jovem discípulo viria a obter excelentes resultados nas suas provas. 

O seu brilhante desempenho académico concedeu-lhe o ingresso na Academia Real dos Guardas-Marinhas a 10 de setembro de 1788. Na instituição dedicada exclusivamente à formação dos oficiais da Armada, Dantas Pereira voltaria a destacar-se, completando o curso matemático da academia em tempo recorde, merecendo a atenção dos seus superiores, bem como da Família Real. Foi promovido a Guarda-marinha a 18 de janeiro de 1789, e a Tenente-do-mar no mesmo ano, a 17 de dezembro, exercendo já as funções de lente de aritmética da Academia.

Com a crescente redução da autoridade dentro da Academia Real dos Guardas-Marinhas, no ano de 1800 Dantas Pereira toma a iniciativa de se propor como Comandante da Academia, em virtude da sua experiência no seio da mesma. D. Rodrigo de Sousa Coutinho atendeu ao pedido, nomeando Dantas Pereira a 21 de junho de 1800. Durante o seu comando, a Academia conheceu diferentes reformas, com o intuito de melhorar e atualizar o ensino neste, tendo Dantas Pereira pautado o seu desempenho pela constante iniciativa e entusiasmo na gestão da mesma.

Face às invasões napoleónicas de 1807, a Família Real tomou a decisão de se transferir para a colónia ultramarina do Brasil, pelo que a Companhia dos Guardas-marinhas a acompanhou comandada pelo então Capitão-de-mar-e-guerra Dantas Pereira. Aqui novamente, deu provas da sua dedicação pela instituição, embarcando com sucesso a Companhia, os seus lentes, e respetivo material didático, e instalando-a no Mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro. Embarcou ainda para o Brasil a valiosa documentação da Sociedade Real Marítima, instituição que cofundara em 1796, e que desde então viria a contribuir ativamente com os seus trabalhos.

Durante a permanência no Rio de Janeiro, Dantas Pereira reagiu proactivamente à alteração de ambiente, focando-se em propor diversas sugestões para a melhoria do ensino da Academia no Brasil, como por exemplo a inclusão a unificação do ensino das diferentes academias, e a criação de uma sociedade naval, para a partilha do conhecimento entre os oficiais da armada.
Foi promovido a Chefe-de-esquadra efetivo a 13 de maio de 1819, e nomeado Conselheiro do Almirantado. A nomeação motivou o seu regresso para Portugal, tendo desembarcado em Lisboa em 1820, nas vésperas da Revolução Liberal. Absolutista convicto, confrontou-se por várias vezes com as novas ideias liberais que começaram a surgir em Portugal, tendo, no entanto, servido como Conselheiro do Estado durante o período Constitucional de 1821 a 1823. Sempre fiel às suas convicções, continuou a expressar, e a expor as suas opiniões políticas, assinando diversos textos com pseudónimos, e distribuindo-os gratuitamente pela Assembleia e pelos seus contemporâneos.

No âmbito académico foi nomeado Secretário da Academia Real das Ciências de Lisboa em 1823, instituição à qual já contribuíra com trabalhos e apresentações desde o seu tempo de discípulo; e em 1827 foi nomeado membro da Sociedade Filosófica de Filadélfia.

Após esta fase, Dantas Pereira viria a ser marcado por um dos eventos mais trágicos da História de Portugal, a Guerra Civil. Esta guerra foi travada entre liberais constitucionalistas, liderados por D. Pedro IV, e os monárquicos absolutistas, apoiantes de D. Miguel, no período de 1832 a 1834, tendo terminado com a vitória dos liberais, com a assinatura da Convenção de Évora Monte. Ora, Dantas Pereira, um miguelista assumido, viu-se afetado com este desfecho, e à semelhança dos outros seguidores de D. Miguel, foi afastado de Portugal. Foi demitido por decreto de julho de 1834, e emigrou para França.
Faleceu a 23 de outubro de 1836, exilado em Montpellier, acompanhado pelo seu primogénito, Vitorino João Carlos Dantas Pereira.

Produziu uma extensa bibliografia, tendo escrito sobre um vasto conjunto de assuntos, desde aqueles relacionados com a Marinha, até a assuntos mais fora do seu contexto profissional, como a religião, e agricultura. Dos seus trabalhos destacam-se os relativos à Matemática, Navegação, Legislação Naval, e Políticas Navais.
Dantas Pereira é recordado como umas das figuras proeminentes da História Marítima Portuguesa, tanto pela sua influência no ensino da náutica, bem como pelo conhecimento que introduziu em solo nacional, consagrando-o assim como um dos mais distintos oficiais que serviu a Armada.​


​​​Autor da biografia:

Manuel Tiago de Almeida


Ephemerides Nauticas, ou Diario Astronomico para o anno 1796, Calculado para o meridiano de Lisboa

No ano 1795, Oficina da Academia Real das Sciencias

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5Jf4 (1795)

Memoria sobre o Calculo da Latitude por duas alturas de hum mesmo astro tomadas fora do meridiano

Ephemerides Nauticas ou Diario Astronomico para o anno de 1796, No ano de 1795, Lisboa, Oficina da Academia Real das Sciencia, p.128-137

Disponível Online:
Fundo Antigo da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Disponível em PDF:
Memoria sobre o Calculo da Latitude por duas alturas de hum mesmo astro tomadas fora do meridiano

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5Jf4 (1795)

Ephemerides Nauticas, ou Diario Astronomico para o anno 1797, Calculado para o meridiano de Lisboa,

No ano de 1796, Lisboa, Oficina da Academia Real das Sciencias.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha - Cota 5Jf4 (1976)

II Memoria sobre o Calculo da Latitude

Ephemerides Nauticas ou Diario Astronomico para o anno de 1797, No ano de 1796, Lisboa, Oficina da Academia Real das Sciencias, pp. 3-15.

Disponível Online:
Fundo Antigo da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Disponível em PDF:
II Memoria sobre o Calculo da Latitude

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5Jf4 (1976)

Ephemerides Nauticas, ou Diario Astronomico para o anno 1798, Calculado para o meridiano de Lisboa

No ano de 1796, Lisboa, Oficina da Academia Real das Sciencias

Disponível em PDF:
Ephemerides Nauticas, ou Diario Astronomico para o ano 1798, Calculado para o meridiano de Lisboa

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5Jf4 (1797)

Memoria Relativa ao Calculo dos Eclipses das Estrellas, Sol, e mais Planetas pela Lua, Ephemerides Nauticas, ou Diario Astronomico para o anno 1798, Calculado para o meridiano de Lisboa

No ano de 1796, Lisboa, Oficina da Academia Real das Sciencias, pp. 137-175

Disponível Online:
Fundo Antigo da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Disponível em PDF:
Memoria Relativa ao Calculo dos Eclipses das Estrellas, Sol, e mais Planetas pela Lua, Ephemerides Nauticas, ou Diario Astronomico para o anno 1798, Calculado para o meridiano de Lisboa

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5Jf4 (1796)

Calculo das pensoes vitalicias / Paul Edme Crublier de Saint-Cyran

No ano de 1797, Lisboa: Regia Officina Typografica, 1797
Traduzido em portuguez e dedicado a sua Alteza Real o Serenissimo Principe do Brazil por Jose Maria Dantas Pereira

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 2D8-07

Curso de estudos para uso do commercio, e da fazenda: primeiro compêndio que trata da arithmetica universal

No ano de 1798, Lisboa: Regia Officina Typografica.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Curso de estudos para uso do commercio, e da fazenda: primeiro compêndio que trata da arithmetica universal

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 2E5-62
Biblioteca Nacional, Cota RES. 4373 V, Cota S.A. 1174 V

Memoria sobre os instrumentos de reflexão

Memorias de Mathematica e Phisica da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo II, Typografia da Academia, 1799, pp. 159-167.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Memoria sobre os instrumentos de reflexão

Reflexões sobre certas somações sucessivas dos termos das séries aritméticas, applicadas ás soluções de diversas questões algébricas

Memórias de Mathematica e Phisica da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo II, Lisboa, Typografia da Academia Real das Sciencias de Lisboa, 1799, pp. 168-186.

Disponível Online:
Internet Archive
Internet Archive

Disponível em PDF:
Reflexões sobre certas somações sucessivas dos termos das séries aritméticas, applicadas ás soluções de diversas questões algébricas

Memoria sobre um projecto de Pasigraphia

No ano de 1800, Lisboa, Officina da Casa Litteraria do Arco do Cégo.

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional, Cota L. 3754//1 A. Biblioteca da Universidade de Coimbra (UCFL I.Líng Lit Portuguesa); Cota, Sala Inq 7-5-13

Taboas que contém os logarithmos dos numeros naturaes desde 1 até 43200 calculados até à setima casa decimal e precedidos pela sua explicação correspondente

No ano de 1804, Lisboa, Typographia da Real Academia das sciencias.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 3J1-82
Biblioteca do Museu de Ciência da Universidade de Lisboa (ULMC), Cota Cave 3J/23-761; Código de Barras ULMC013108

Memoria que trata de humas novas taboas mathematicas, e dos usos que ellas podem ter tanto nas applicações da sciencia em geral, como na navegação alta em particular

No ano de 1851, Memórias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, 2ª série, tomo III, parte I, pp.60-231

Disponível em PDF:
Memoria que trata de humas novas taboas mathematicas, e dos usos que ellas podem ter tanto nas applicações da sciencia em geral, como na navegação alta em particular

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, 2C3-33

Catalogo Systematico da Biblioteca da Companhia dos Real dos Guardas Marinhas

No ano de 1812, Rio de Janeiro, manuscrito, 32p.

Disponível Online:
Biblioteca Nacional Digital do Brasil


Disponível em PDF:
Catalogo Systematico da Biblioteca da Companhia dos Real dos Guardas Marinhas

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional do Brasil, Cota 07,04,092 - Manuscritos

Elogio histórico do sr. D. Pedro Carlos de Bourbon e Bragança, infante de Hespanha e Portugal, Almirante da marinha portugueza

No ano de 1813, Rio de Janeiro, Impressão Régia.

Disponível Online:
Internet Archive


Disponível em PDF:
Elogio histórico do sr. D. Pedro Carlos de Bourbon e Bragança, infante de Hespanha e Portugal, Almirante da marinha portugueza

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota H.G. 14315//7 V.

Bosquejo de um quadro synoptico civil, mediante o qual poderemos conhecer e avaliar os homens, e as nações com acerto e facilidade

No ano de 1814, Rio de Janeiro, Impressão Régia.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Bosquejo de um quadro synoptico civil, mediante o qual poderemos conhecer e avaliar os homens, e as nações com acerto e facilidade

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota H.G. 10815 V.

Escriptos de José Maria Dantas Pereira. Parte I. Escriptos maritimos. Volume I, que contém a secção primeira da parte primeira, ou Memorias sobre a tactica, e um systema de signaes

Ephemerides Nauticas ou Diario Astronomico para o anno de 1796, No ano de 1816, Rio de Janeiro, Impressão Régia.

Disponível Online:
Biblioteca Nacional de Portugal

Disponível em PDF:
Escriptos de José Maria Dantas Pereira. Parte I. Escriptos maritimos. Volume I, que contém a secção primeira da parte primeira, ou Memorias sobre a tactica, e um systema de signaes

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota RES. 1704//5 V.

Escriptos

No ano de 1816, Rio de Janeiro: Impressão Régia.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 3N218-02, 5K43-02 Biblioteca Nacional de Portugal, Cota S.A. 3269//1 A.

Memórias sobre a táctica [naval] e hum systema de signaes

No ano de 1816, Rio de Janeiro: Impressão Régia, 56 p.

Disponível em papel:
Biblioteca do Museu de Ciência da Universidade de Lisboa (ULMC), Cota Cave 4D/23-713; Código de Barras ULMC013107

Systema de Signaes para a comunicação dos navios entre si, e com a terra, em qualquer occasião, logar, e tempo, e seja qual for a ordem naval adoptada

No ano de1817, Rio de Janeiro, Na Impressão Régia.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Systema de Signaes para a comunicação dos navios entre si, e com a terra, em qualquer occasião, logar, e tempo, e seja qual for a ordem naval adoptada

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5Jf4 (1795)

Escritos maritimos memoria sobre a navegacão e Polygraphia Nautica

No ano de 1819, Jornal de Coimbra, N.º LXXIII, parte II, Lisboa, Impressão Régia.

Disponível Online:
Google Books

Disponível em PDF:
Escritos maritimos memoria sobre a navegacão e Polygraphia Nautica

Esboço de organização e regime da marinha, conforme convém aos dictames da razão, e ás nossas actuaes circumstancias

No ano de 1821, Lisboa, Imprensa Nacional.

Disponível Online:
Biblioteca Nacional de Portugal

Disponível em PDF:
Esboço de organização e regime da marinha, conforme convém aos dictames da razão, e ás nossas actuaes circumstancias

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 2I6-07-01 Biblioteca Nacional de Portugal, Cota S.C. 10528//21 P.

Reflexões sobre a marinha, ou discurso demonstrativo do esboço de organização e regime da repartição naval portugueza

No ano de 1821, Lisboa, Imprensa Nacional.

Disponível Online:
Biblioteca Nacional de Portugal

Disponível em PDF:
Reflexões sobre a marinha, ou discurso demonstrativo do esboço de organização e regime da repartição naval portugueza

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 2I6-07-02 Biblioteca Nacional de Portugal, Cota S.C. 10525//5 P.

Reflexões sobre a organização da suprema authoridade naval Portugueza

No ano de 1821, Lisboa, Imprensa Nacional.

Disponível Online:
Biblioteca Nacional de Portugalo

Disponível em PDF:
Memoria sobre o Calculo da Latitude por duas alturas de hum mesmo astro tomadas fora do meridiano

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota S.C. 10619//5 P.

Projeto de lei fundamental para se reorganizar a monarquia portuguesa, com atenção aos princípios gerais do direito público e às leis escritas e tradicionais [Manuscrito]

No ano de 1823, Lisboa, Rio de Janeiro, manuscrito, 25p.

Disponível Online:
Biblioteca Nacional Digital do Brasil

Disponível em PDF:
Projeto de lei fundamental para se reorganizar a monarquia portuguesa, com atenção aos princípios gerais do direito público e às leis escritas e tradicionais [Manuscrito]

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional do Brasil, Cota I-32,33A,013 - Manuscritos

Memórias para a História da Regeneração Portuguesa em 1820

No ano de 1823, Lisboa: Impressão Régia.

Disponível em papel:
Biblioteca do Exército, Cota 30.062

Diversões métricas e dramáticas...: appendice as diversões metricas... ou o beneficio anonimo, comedia em 3 actos e em prosa

No ano de 1824, Lisboa: Impressão Regia.

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota L. 8551 P.

Noções da legislação naval portugueza até o anno 1820, dispostas chronologico-systematicamente

Adicionadas com algumas da historia respectiva, e dos nossos escritos marítimos No ano 1824 , Lisboa: Impressão Régia.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 2K5-01; Cota 2K5-02; Cota 3N2-18-04

Noções da legislação naval portugueza até o anno 1820

[Manuscrito : dispostas chronologico y stematicamente e addicionadas com algumas da historia respectiva, e dos nossos escritos marítimos] No ano 1825.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota RDd4-23

Discurso Histórico Recitado na Sessão Pública de 27 de junho de 1823

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo IX, Lisboa, Typografia da Academia Real das Sciencias de Lisboa, 1825, pp. III-X

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Histórico Recitado na Sessão Pública de 27 de junho de 1823

Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta, perante El-Rey Nosso Senhor, por occasião da felicissima restauração do Throno Lusithano

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo IX, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1825, pp. XI-XII

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta, perante El-Rey Nosso Senhor

Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta

Perante o Serenissimo Senhor Infante D. Miguel, Presidente da Academia, por occasião da felicissima restauração do Throno Lusithano Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo IX, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1825, pp. XIII-XIV.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta

Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta perante El-Rey Nosso Senhor

Por occasião do acontecimento de Cadiz, e do venturoso anniversario do Sereníssimo Senhor Infante D. Miguel, Presidente da Academia Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo IX, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1825, pp. XV-XVII

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta perante El-Rey Nosso Senhor

Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta

Perante o Sereníssimo Senhor Infante D. Miguel, Presidente da Academia, por occasião do feliz anniversario de S.A.R., e do acontecimento em Cadiz Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo IX, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1825, pp. XVIII-XIX.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Recitado pelo Secretario José Maria Dantas Pereira no Paço da Bemposta

Discurso Recitado na Sessão Publica de 1 de Julho de 1824 pelo Secretario José Maria Dantas Pereira

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo IX, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1825, pp. XXVII-LVIII.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Recitado na Sessão Publica de 1 de Julho de 1824 pelo Secretario José Maria Dantas Pereira

Memória sobre a precisão de se concluir a composição da nossa ordenança naval com a maior brevição possivel

No ano 1826, Lisboa: Impressão Régia.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5K42-13

Memoria sobre o problema das longitudes

No ano de 1826, Lisboa: Impressão Imperial Real.

Disponível Online:
Fundo Antigo da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Disponível em PDF:
Memoria sobre o problema das longitudes

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 3A8-15-01

Ensaio de huma comparação da Marinha portuguesa com a sueca

No ano 1826, Lisboa, Impressão Régia.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5K43-18/19

Discurso Recitado na Sessão Publica de 7 de Julho de 1825 pelo Secretario José Maria Dantas Pereira

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo X, Parte I, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1827, pp I-XVII.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Recitado na Sessão Publica de 7 de Julho de 1825 pelo Secretario José Maria Dantas Pereira

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota H.G. 26814 V

Memoria sobre o resumo da Geographia Politica de Portugal, escrito por Mr. Bory de Saint-Vincent

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo X, Parte I, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1827, pp.251-274.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Memoria sobre o resumo da Geographia Politica de Portugal, escrito por Mr. Bory de Saint-Vincent

Memoria sobre os princípios do cálculo superior, e sobre algumas de suas aplicações

No ano de 1827, Lisboa, Impressão Régia.

Disponível em papel:
Biblioteca do Museu de Ciência da Universidade de Lisboa (ULMC), Cota Cave 4D/23-714; Código de Barras ULMC013106

Escriptos marítimos e academicos, a bem do progresso dos conhecimentos utéis, e mormente da nossa marinha, industria e agricultura

No ano 1828, Lisboa, Impressão Régia.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 3N2-19; Cota 3N218-07
Biblioteca Nacional, Cota S.A. 120 V.; Cota TR. 4973 P.

Memoria sobre a nomenclatura, ou lingoagem mathematica, menos bem tratada pelo habilíssimo auctor do Ensaio de Psychologia impresso em Paris no ano de 1826

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo X, Parte II, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1830, pp.197-207.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Memoria sobre a nomenclatura, ou lingoagem mathematica, menos bem tratada pelo habilíssimo auctor do Ensaio de Psychologia impresso em Paris no ano de 1826

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 1Pa9

Memoria sobre a precisão de reformar o Roteiro de Pimentel

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo X, Parte II, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1830, pp.221-228.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Memoria sobre a precisão de reformar o Roteiro de Pimentel

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 1Pa9

Memoria com quatro apensos em dois volumes: tendo por objecto principal a Hydrographia do Brazil, e o conceito que corresponde aos trabalhos respectivos de Mr. Roussin

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo X, Parte II, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1830, pp. 229-242.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Memoria com quatro apensos em dois volumes: tendo por objecto principal a Hydrographia do Brazil, e o conceito que corresponde aos trabalhos respectivos de Mr. Roussin

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 1Pa9

Discurso Recitado na Sessão Publica de 19 de Dezembro de 1831

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo XI, Parte I, Historia da Academia Real, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1831, pp. IV-XII.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Discurso Recitado na Sessão Publica de 19 de Dezembro de 1831 )

Elogio do Padre Theodoro de Almeida

Historia e Memorias da Academia Real das Sciencias de Lisboa, Tomo XI, Parte I, Historia da Academia Real, Lisboa, Typografia da mesma Academia, 1831, pp.XIII-XXIV.

Disponível Online:
Internet Archive

Disponível em PDF:
Elogio do Padre Theodoro de Almeida

Memoria para a historia do grande Marquez de Pombal no concernente à marinha : sendo a de guerra o principal objecto considerado

No ano 1832, Lisboa: Typografia da Academia Real das Sciencias.

Disponível em papel:
Biblioteca Central da Marinha, Cota 5Jh1-34/35; Cota RDf4-2
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota H.G. 3865 V.

Notice Sur la Vie et les Oevres de Joseph-Marie Dantas Pereira de Andrade

No ano de 1833, Paris.

Disponível Online:
Gallica

Disponível em PDF:
Notice Sur la Vie et les Oevres de Joseph-Marie Dantas Pereira de Andrade

Modéle d’un Dictionnaire de Poche Poliglote et Pasigraphique / Modelo de um Diccionario de algibeira polygloto e passigraphico

No ano de 1835, Paris, [n.p.].

Disponível em papel:
Biblioteca Nacional de Portugal, Cota L. 76698 V.

Partilhar

Conteúdo